Postagens populares

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Gravidez após os 40 anos pode ser difícil, mas não impossível

Gravidez após os 40 anos pode ser difícil, mas não impossível

Obter a gravidez pode ser difícil mesmo dentro do seu período de vida mais fértil. E quando os anos vão passando, infelizmente, as coisas podem ficar ainda mais complicadas. No entanto, os médicos afirmam que, felizmente, está longe de ser impossível.
Com os avanços nos tratamentos de fertilidade há uma gama de opções disponíveis para ajudá-las a engravidar e começar ou ampliar sua família.
Primeiro, é preciso encarar a realidade: os riscos são bem maiores em gestações após os 40 anos. A recomendação é não perder a coragem tão cedo, principalmente se a mulher goza de boas condições de saúde.
Mas há coisas a serem levadas em conta, como a quantidade disponível de óvulos de uma mulher que vai naturalmente diminuindo à medida que os anos passam. Outro problema adicional para a mãe são as preocupações com doença cardíaca ou pressão arterial elevada, condições que precisam ser detectadas pelo especialista em reprodução humana antes da escolha do tratamento para engravidar.
Algumas estatísticas mostram que, aos 40 anos, a chance de conceber naturalmente após um ano desde a primeira tentativa é entre 40% e 50%. Como comparação com uma mulher de 30 anos tem 75%. Após 43 anos, estatísticas apontam que essa chance cai para cai para 1 ou 2 por cento.
Por esta razão, a fertilização in vitro é uma opção muito popular. A chance de ter um bebê por ciclo de fertilização in vitro em mulheres 40 a 42 anos pode chegar a 15%; fica cerca de 5 a 10% para mulheres entre 43 e 44 anos. A partir dos 44 anos, as possibilidades se reduzem a 5 % ou menos.
A recomendação dos médicos da Androlab Reprodução Humana é passar por uma consulta especializada o quanto antes a fim de receber as devidas orientações sobre o melhor plano de ação para engravidar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário